Mia's

Entrar em Medicina

Hoje, decidi falar da minha luta para conseguir alcançar o sonho de entrar no curso de Medicina para, posteriormente, ser médica. Faço parte do grande número de pessoas que não entrou à primeira, mas sei que isto não ocorre apenas no curso de Medicina. Infelizmente, este problema abrange maior parte dos cursos com média alta, sem uma faculdade privada.

No meu caso, acho que fiz os possíveis e impossíveis para aumentar a minha média interna e melhorar as notas dos exames. Fora os explicadores todos que tive e o estudo investido, cheguei a frequentar o recorrente, anulei a matrícula de Matemática, fiz o exame de Matemática B, etc. Acabei por desistir do recorrente porque, no meu ano, iam mudar a lei do recorrente e não queria arriscar. Anular a matrícula de Matemática também não adiantou muito, porque a nota que tive no exame era a mesma que eu teria no final do ano. Para o exame de Matemática B não estudei muito, por isso, não consegui a nota que precisava.

Desde o 11º ano, fui sempre às duas fases de exame de todos os exames (no 11º aos dois exames e a partir do 12º aos quatro). Ao todo, fiz os exames nacionais portugueses durante 3 anos seguidos. No meu “13º ano” decidi fazer também os exames de espanhol, mas como preferia entrar em Portugal, não me dediquei muito para os exames de espanhol. Por isso, obtive boa nota no exame espanhol de Biologia, mas no de Química não. Nesse ano, mais uma vez, não consegui as notas de exame que precisava, o que significava não ia entrar. Então, decidi repetir, em Setembro, o exame espanhol de Química e tirei muito boa nota. Finalmente, uma boa notícia!!! Já sabia que ia entrar em Medicina. Não conseguia entrar nesse ano, porque as vagas para Medicina já tinham terminado, no entanto, para o ano lectivo seguinte era garantido.

A partir daí, decidi que apesar de ter um ano “livre” não ia repetir os exames nacionais. Não queria ter mais frustações. Então, decidi ir para um curso que me poderia dar equivalências em Medicina. Entrei em Bioquímica e foi das melhores coisas que fiz! Entrei na praxe, conheci muita gente, ganhei novos amigos de verdade, aprendi muita coisa, resumindo, foi ESPECTACULAR! Não me arrependo nada de ter ficado mais um ano parada. Valeu mesmo a pena. Fiz o primeiro semestre, fui ao ENEBIOQ (Encontro Nacional de Bioquímicos) e no segundo semestre, fiz apenas trabalhos, mas não fiz nenhuma cadeira.

Entretanto, foram saindo os resultados de candidatura e entrei em todas as faculdades que queria. Primeiramente, tinha em mente ir para a Universidade Autónoma de Madrid, mas quando vim preinscrever-me em Barcelona, eu e o meu pai apaixonámo-nos pela cidade e já não quis ir para Madrid. Para além disso, o meu pai tinha uns conhecidos aqui em Barcelona, caso precisasse de alguma coisa e em Madrid não conhecíamos ninguém.

Em Barcelona, há muitos portugueses a estudar e as viagens Barcelona-Porto costumam ser baratas. Por isso, posso ir algumas vezes a casa.

Estou muito contente com minha escolha e agora reconheço, que aqueles dois anos de espera não foram em vão.

Sei que nunca ia conseguir chegar até aqui sem o apoio dos que me são mais próximos, que sempre tinham uma palavra a dizer, que me davam coragem para continuar a lutar. Um OBRIGADA do tamanho do Mundo a todos!

Nunca desistas do teu sonho! Não és o único a fazer de tudo para o concretizar e não hás-de ser o único a não conseguir. Por exemplo, na minha turma, existem pessoas que conseguiram entrar e já finalizaram outro curso ou então, já trabalham há anos. Se tu queres mesmo, vais conseguir! Acredita nisso e não te esqueças do quanto queres alcançar o teu sonho.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s